Blog

Home » Florianópolis » Setor turístico aguarda um milhão de visitantes no litoral catarinense para festas de Ano-Novo

Setor turístico aguarda um milhão de visitantes no litoral catarinense para festas de Ano-Novo

| By

Os dias de tranquilidade nas estradas catarinenses no feriado de Natal serão substituídos por filas e, principalmente, atenção dos motoristas que devem escolher Santa Catarina paras as festas de Ano-Novo. A expectativa dos órgãos de turismo é que um milhão de turistas circulem pelo Estado a partir de segunda-feira até o Réveillon. É com esse público que o comércio espera reverter a situação de queda nas vendas em relação ao Natal do ano passado. O começo da semana reserva um tempo ensolarado no litoral, com chuvas apenas no final da tarde.

 

Desde a tarde de domingo, o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Tubarão, no Sul do Estado, registrou um fluxo intenso de veículos vindo de Rio Grande do Sul e Argentina. O movimento de turistas após o feriado de Natal já é aguardado pelos órgãos de turismo. Para o presidente da Santur, Valdir Rubens Walendowsky, mais de um milhão de turistas passarão festas de fim de ano no Estado, a maior parte entre Florianópolis e Balneário Camboriú, principais balneários do litoral catarinense.

 

— É um tradição do brasileiro passar o Natal em casa e viajar para as festas de fim de ano. Por isso, o movimento de turistas em Santa Catarina cresce logo após o dia 25 de dezembro. Por enquanto, os gastos estão menores devido o cenário econômico, mas com a chegada dos argentinos isso deve melhorar — afirma Walendowsky.

 

A Câmara de Dirigentes Lojistas da Capital (CDL) também vê nos estrangeiros uma esperança para acertar as contas. As vendas no Natal para o comércio de Florianópolis foi 2% menor do que no mesmo período do ano passado. Contando os 10% de inflação, as perdas chegam a 12%.

 

— Percebemos que houve uma mudança de hábito do consumidor, porque ele comprou mais à vista do que a prazo. Houve uma queda em relação a 2016, mas por outro lado a chegada do turista argentino, que costuma gastar mais, vai ajudar o comércio local. Esse turista gosta de comprar e responde bem a pequenas promoções de 10% até 20% de desconto — analisa Lidomar Antônio Bison, que assume a presidência da CDL-Florianópolis a partir de 1º de janeiro de 2017.

 

Fonte: Diário Catrinense
Foto: Felipe Carneiro / Agência RBS

Deixe seu comentário

Atenção: Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam necessáriamente a opinião da Koch

Comercial

Administrativo